TEORIA DOS JOGOS EM COMPRAS: QUAIS AS VANTAGENS?

  07/02/2018 - Por : -

Já faz bastante tempo que os games são usados no mundo corporativo. Nesse contexto surgiu a teoria dos jogos, segmento da matemática que analisa situações estratégicas para tomar as melhores decisões.

Uma pesquisa da TWS Partners, divulgada pelo site Procurement Leaders, revelou que 94% dos profissionais da área de Compras acreditam que essa teoria ajuda a escolher as melhores alternativas de ofertas e aquisições. Apesar disso, somente 9% utilizam essa estratégia.

Como mudar esse contexto? Neste post entenderemos melhor sobre esse assunto e veremos como aplicar essa ferramenta à área de Compras. Acompanhe!

O que é a teoria dos jogos?

Essa ferramenta estratégica é adotada sempre que é preciso considerar as tomadas de decisão entre indivíduos e o resultado deles depende do que for definido pelos outros. No entanto, essa teoria não é aplicável a qualquer situação.

A compra de um carro, por exemplo, envolve diferentes variáveis, mas somente você está envolvido. Ou seja, outras pessoas não interferem no resultado. A ideia dos jogos é justamente avaliar cenários em que há diferentes interessados em potencializar seus ganhos.

É o caso, por exemplo, da necessidade de aumentar o lucro. Nesse caso a empresa pode:

  • reduzir o preço dos itens comercializados para elevar as vendas;
  • selecionar outros fornecedores, que tenham a mesma qualidade e entreguem no mesmo prazo, de preferência;
  • lançar outro produto;
  • fazer uma campanha de marketing.

A opção pela alternativa mais viável depende de uma série de considerações. É preciso avaliar os possíveis ganhos ou perdas em cada situação, o que é feito por meio dessa estratégia.

Em resumo, essa ferramenta é um modelo científico de interações entre diferentes partes que estão inseridas em uma situação competitiva. A partir de uma teoria matemática baseada em comportamento racional é possível verificar o que cada integrante pode fazer e pensar, com o objetivo de maximizar os resultados.

Como aplicar essa ferramenta ao setor de Compras?

Essa teoria pode ser aplicada de diferentes maneiras. A mais comum é a busca pela melhor estratégia em negociações. No entanto, também pode ser usada para interações estruturais e para influenciar o comportamento de fornecedores.

Vale a pena ser criativo e usar essa estratégia em outras situações, como desenvolver esquemas de incentivo e negociar preços anuais de projetos terceirizados. É por isso que a mesma pesquisa citada anteriormente verificou que 63% dos profissionais de Compras acreditam que a empresa em que trabalham usará essa ferramenta em um futuro próximo.

Quais vantagens podem ser conquistadas?

A implementação correta da teoria de jogos traz 3 principais benefícios:

Economia

Essa ferramenta abre a empresa a novas oportunidades de economia e geração de valor. Da mesma forma potencializa o retorno sobre o investimento (ROI). Porém, é preciso que as equipes estejam engajadas a essa ideia e integrem a teoria aos processos executados.

Melhoria dos processos

A teoria de jogos ajuda a estruturar melhor os procedimentos executados, além de aumentar a transparência e imparcialidade na seleção de fornecedores. Essa medida alavanca o compromisso com a negociação e facilita a colaboração multifuncional em toda a empresa.

Mudanças nas percepções

Os benefícios ofertados fazem a equipe de Compras ter uma nova percepção de suas funções, tanto nas atividades internas quanto externas. Isso gera confiança e permite que haja mais colaboração a fim de entrega mais valor e economia à organização.

Como você pôde perceber, a teoria dos jogos é uma estratégia interessante e que deve ser adotada nas empresas para melhorar as tomadas de decisão. Essa atitude gerará benefícios e resultará em mais vantagem competitiva para o seu negócio.

Ficou com alguma dúvida? Deixe seu comentário!

Avalie esse Post

TEORIA DOS JOGOS EM COMPRAS: QUAIS AS VANTAGENS?
4.6 (91.2%) 25 votes